inomed

Dor crônica: tratamento com criolesão e termolesão

Terapia intervencional e dor crônica: Fornecer terapia com sistemas da inomed

Estados persistentes de dor ou dor crônica são extremamente aflitivos para o paciente e frequentemente desencadeiam uma série de reações secundárias, tais como tensão muscular, contrações e rigidez muscular. A postura de alívio utilizada por pacientes com dor crônica pode sobrecarregar estruturas saudáveis. O resultado é muitas vezes um círculo vicioso. No entanto, a dor crônica pode ser muito bem tratada com a terapia intervencional da dor. Em geral, no entanto, e dor crônica e aguda representam um grande desafio para o paciente e para o médico.

A dor crônica e a terapia intervencional da dor significam para os terapeutas utilizar procedimentos minimamente invasivos, com vistas à redução permanente do distúrbio causado pela "dor crônica". A dor crônica pode ser controlada por interrupção seletiva ou mudança na transmissão da dor dos nervos afetados utilizando um procedimento neurodestrutivo. Em pacientes sofrendo de dor crônica grave nas costas, isso pode proporcionar um alívio eficaz. Procedimentos percutâneos minimamente invasivos são o método de escolha para este tipo de dor crônica. Sob inspeção visual e verificação por meio de estimulação elétrica, eletrodos ou sondas são introduzidos conforme apropriado, utilizando cânulas, dependendo do método. Existe, por um lado, a possibilidade da Kryotherapie >>, na qual frio é aplicado aos nervos periféricos (criolesão). A dor crônica responde muito bem a essa terapia. O congelamento provoca uma axonotmese - mas o tecido conjuntivo do nervo permanece intacto e permite ao nervo se regenerar. As principais indicações são: dores crônicas resistentes ao tratamento na região da coluna vertebral, mais comumente síndrome da articulação facetária lombar.


Dor crônica: Termolesão do tecido nervoso por radiofrequência

Em segundo lugar, existe a opção de termolesão do tecido nervoso em caso de dor crônica. Com indicações apropriadas, a termolesão por RF é um método extremamente preciso, eficaz e seguro, com uma gama de aplicações disponíveis para ajudar a prevenir a dor crônica. Uma grande vantagem é a capacidade de trabalhar de forma extremamente precisa com ferramentas muito finas. O tamanho dos instrumentos utilizados é determinado pelas indicações e a área de aplicação. Isso a torna adequada para intervenções terapêuticas minimamente invasivas em pacientes com dor crônica na coluna vertebral; uma indicação comum é a síndrome de articulação facetária lombar, torácica e cervical. Outra aplicação comum é a termolesão do gânglio de Gasser, para os casos de neuralgia do trigêmeo. Com os eletrodos apropriados, aplicações como rizotomia, lesão de DREZ e cordotomia também são suportadas.

Os nervos responsáveis ​​pela atividade motora e sensorial não são afetados. O paciente recebe suporte fácil e rápido, mesmo em situações difíceis, graças a uma tecnologia baseada no reconhecimento de que a dor crônica é transmitida pela informação da dor no sistema nervoso através de vias nervosas especiais e centros de controle na medula espinhal e cérebro.